segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Mea Culpa



Penitência



Me perdoe, Pai,
porque pequei.


Pequei contra minha vontade,

violei minha liberdade.

Fiz tudo que todos queriam.

Fiz nada do que eu seria.

Fiz pouco da minha alegria.

Fiz do amor
agonia.


Perdoa, Pai,

e me dê

a penitência.

Para que eu possa,

em preces,

blasfemar contra Maria.

E seus filhos.

E os filhos de seus filhos.

Amaldiçoar a esmo

até chegar a mim mesmo

o perdão

que me concedo.


Laurene Veras

......................................
Imagem, o Cristo de Dalí.

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Molico




sustentas

sob tuas pálpebras

no mais dentro

do teu olhar

em um só tempo

chuva e vento

e um distante

sistema solar


Laurene Veras

..................................

Este poema já foi postado antes, mas explico: Escrevi para minha irmã. E porque hoje ela está muito aconchegada no meu coração, e porque sim, é isso. Para Mauren Veras, minha pequena.

............................................

A tira lírica é de autoria dela, para ver mais e melhor: http://www.tirasdamau.blogspot.com/