sábado, 21 de fevereiro de 2009

Society, have mercy on me/Hope you're not angry if I disagree...*


Eu havia lido sobre este filme, mas foi depois que a filósofa Ana Steil recomendou que resolvi dar uma conferida. Bem, só pra resumir, faz dias e o filme não sai da minha cabeça, simplesmente não sai, é o road movie mais "into-our-selves" movie que eu já tive o privilégio de assistir. E olha, trilha sonora do Eddie Vedder que faz a gente continuar viajando na estória, no som, nas imagens...Valeu à Ana pela dica, por sinal excelente pra quem, como eu, detesta carnaval.
..................................
*Society Eddie Vedder / Into The Wild Soundtrack

SONETO ALCOÓLATRA




Escárnio dos alcoólatras, dos ébrios,

ouvi, das brumas em que estava imerso,

alguém dizer que bebe e vai vivendo,

enquanto morrem tantos abstêmios.


Eu, bêbado que sou, não compreendia:

seria estupidez ou falsidade?

Gambás sinceros, sérios, nessa idade

sabem que a sua vida está vazia.


Quem bebe e diz que vive está mentindo,

pois bêbados apenas precipitam

a sensação da morte inevitável.


Quem bebe quer morrer, eis averdade.

E já que a morte às vezes não vem logo,

eu aproveito e bebo mais um copo


Paulo Seben, em Poemas Podres, da AMEOP editora.
..............................
A Morte de Bergman jogando xadrez.
........................
É, até que tem a ver com carnaval...

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Espelho, espelho teu...




NARCÍSICO


O que chega a doer

De tão bonito

É o sorriso

Desenhado por minha cócega

Indecente

No teu cérebro desprevenido


Augusto Frank Bier

.................................................

Do livro SERENATA PARA UMA JANELA FECHADA a ser lançado em março. Recebi pelo informativo do Muffuletta, por sinal, muito bons, o informativo e o bar. O bar fica ali na República 657, pertinho do Ossip, Cidade Baixa. Tem cerveja gelada, atendimento tri, comidinhas mais tri ainda, mas o mais mais tri de tudo é o ar condicionado, porque só quem vive em Porto Alegre sabe que o verão daqui é amazônico(e mesmo assim a gente toma chimarrão, vá entender, né...). Pra conhecer o site do Muffu: http://www.muffuletta.com.br/

.................

Narciso de Caravaggio.

sábado, 14 de fevereiro de 2009

Cinza




Cidade e pensamento: cinza.

Solidão

e horas estanques.

Faço essas coisas de puro tédio.

Todas as coisas, tudo que faço.

Observo as fachadas dos prédios.

Qual segredo em cada terraço,

quais tragédias, quais os cheiros?

Percorro a cidade em busca de espaço.

Procuro por mim no mundo inteiro.


É tarde, desisto.

A chuva e a mágoa

escorrem por calhas e por bueiros...


Laurene Veras
......................................
Foto: Travessa de Santa Marta, Lisboa, autoria de Alexandra A. em Olhares.

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Repouso




Dormir

desmesuradamente.

O descanso, o sono

sem repentes.

O repouso, a paz,

o estado

de em não se estando acordado,

não ser gente.

Ser um corpo deitado.

Ser sem consciência.

Cuidado!

Estar morto

requer paciência.


Laurene Veras
...........................................
Klimt

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009



Penso
Distancio-me
Abandono meus significados
Não sou corpo
Nem sentimento
Só vontade.


Laurene Veras

..................................

Foto: Man Ray