quarta-feira, 25 de março de 2009

Cantiga de Amiga



Para Lisiane Vilanova


Um nó desatado.



Do meu abraço

furtou-se um braço.



Do ventre teu

na alma um breu



e outro braço

de mim se perdeu.



De muito longe te vejo

espelho, espelho meu.



Laurene Veras

.......................................

Um amigo é um retrato de Dorian Gray às avessas: Duplica o que de belo há em nós.

....................

3 comentários:

Teresa Azambuya disse...

É a mais pura verdade.

Saudades das duas...

Bjs

Lisiane V disse...

sempre fui fã dos teus poemas, e esse, nó na garganta, de coisas boas.
lindo. adorei. obrigada.
te adoro.
SAUDADES!
bjs tbm.

Renato de Mattos Motta disse...

bonito

como reencontrar

amiga

ines

peradamete

no espelho

da saudade.