domingo, 5 de abril de 2009

Eco

(...)
E quando eu estiver mais triste
Mas triste de não ter jeito
Quando de noite me der
Vontade de me matar
— Lá sou amigo do rei —
Terei a mulher que eu quero
Na cama que escolherei
Vou-me embora pra Pasárgada.
..........................
(...)
E chove sem saber por que
E tudo foi sempre assim
Parece que vou sofrer
Pirulin lulin lulin
..................................
Um momento de umbiguismo blogueiro. O primeiro, trecho de um Bandeira, o segundo até já postei na íntegra aqui, um dos meus favoritos do Quintana.

Um comentário:

Lisiane V disse...

viva o umbiguismo blogueiro!
eu a té já defini o meu assim, como extensão do meu umbigo, e voi lá.
linda a ilustra.
e o pirulin lulin lulin, sempre faz bem.