segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Balas perdidas

O PRIMEIRO QUE DISSE.
De Ferzan Ozpetek,(Mine Vaganti, 2010)
Comédia italiana, apesar de o diretor ser turco. Tomaso volta de Roma e decide contar a família que é gay, sem saber que o irmão também reserva uma surpresa. E as surpresas continuam a surgir na família de Tomaso enquanto seus amigos de Roma resolvem visitá-lo. Imagina um grupo de bibas abalando numa cidadezinha do interior da Itália...Cenas de chorar de rir e chorar de comoção.
Muito divertido e sensível, o filme conta a história de pessoas que não se ajustam à padrões de comportamento. São as "balas perdidas", imprevisíveis.
My favorite kind of people.





/>

Nenhum comentário: