sexta-feira, 13 de maio de 2011

Luanda, camaradas

sem horas para devaneio
Luanda marca meus passos
Angola agora é meu tempo
sem tempo para cansaços
nem coração para receios

eu hoje ergo meu cetro
ser, ser sempre,
ser imensamente:
eis que este é meu decreto!

Nenhum comentário: