quinta-feira, 28 de junho de 2012

Uma réstia
Nos entretantos de tanta afasia
Uma fresta que sangrasse luz
Um quase nada de alegria
Que enganasse esta mortalha
Um entre parênteses de céu azul

Uma migalha.


Laurene Veras
.............................
Ilustração de Ryohei Hase. Mais aqui

.

Nenhum comentário: