domingo, 30 de novembro de 2014

sem nome

os pesadelos
ásperos
relhos
sulcando a pele
macia do sono
transformando
toda
a noite
em abandono
mastigando
o curativo
do descanso
me tornando
outro ser vivo:

cão sem dono
em desavanço

Laurene Veras



Nenhum comentário: