segunda-feira, 6 de julho de 2015

as palavras
são catanas


as palavras são mortalhas

daqui
do cume de nenhum lugar
as palavras são migalhas
...............................................

o que vai no peito
tem um jeito
incompreensível de ser.

Laurene Veras